Cinema brasileiro cresce em bilheteria e em número de mulheres na direção



Divulgação

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) em cena de "Minha Mãe é uma Peça 2"imagem: Divulgação


O brasileiro assistiu a mais filmes nacionais em 2016 em relação ao ano anterior. A venda de ingressos para estas produções alcançou 16,5% do total contra os 13% de 2015, segundo relatório divulgado pela Ancine.
Parece pouco, mas justamente em ano de crise econômica, o total de ingressos vendidos para títulos brasileiros atingiu a marca de 30,4 milhões. Segundo a Ancine, é o melhor resultado desde 1984.
O resultado foi impulsionado por “Os Dez Mandamentos – O Filme”, que vendeu 11,3 milhões de ingressos e acabou na 1ª posição entre os mais assistidos do ano, incluindo os lançamentos internacionais. A marca, no entanto, é controversa, por conta das salas esgotadas, mas vazias, encontradas pelo UOL na estreia.
Em segundo lugar, vem o fenômeno “Minha Mãe é uma Peça 2”, que em apenas 10 dias em cartaz durante 2016 – o filme estreou nas salas no dia 22 de dezembro – somou 4 milhões de espectadores. “Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina”, com 2,5 milhões, e “É Fada”, com 1,7 milhão, também ajudaram a engrossar os números.
O cinema brasileiro também bateu recorde de filmes lançados comercialmente. Foram 134 filmes. O número de filmes dirigidos exclusivamente por mulheres também alcançou um novo patamar: 29 obras, 5,6% maior se comparado ao ano de 2015.

Entre elas, Cris D'Amato e Julia Rezende fizeram bons números na bilheteria, com "É Fada!" e "Um Namorado Para Minha Mulher", respectivamente.
Ainda segundo o relatório, o Brasil chegou ao fim do ano com 3.168 salas de exibição, faltando apenas 108 salas para igualar o patamar histórico de 3.276 salas em 1975.
As regiões Nordeste, com 10%, e Centro-Oeste, com 7%, apresentaram as maiores taxas de crescimento na abertura, reabertura e ampliação de salas. Juntas, somaram 65 novas salas ao parque exibidor brasileiro
.

Postagens mais visitadas deste blog

Serrolândia: Homem é assassinado na porta de casa no povoado de Maracujá

Serrolândia: Mulher morre envenenada