Salvador-BA: Seguranças de ensaio do Harmonia são mortos e têm corpos queimados antes de show

16559-2

Três seguranças foram mortos no final da tarde desta segunda-feira (6) no estacionamento do Estádio de Pituaçu, onde estava marcado para acontecer hoje o ensaio da banda Harmonia do Samba, no evento a Melhor Segunda-Feira do Mundo. Eles eram trabalhadores terceirizados e prestavam serviço fazendo a segurança do evento.
Geraldo Mota Cunha e Derivaldo Rocha dos Santos, 34 anos, foram baleados e depois tiveram os corpos queimados pelos atiradores, morrendo no local. Márcio Rogério Bandeira foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu a caminho do hospital.
Ambulantes faziam o descarregamento de bebidas no local no momento em que os bandidos executaram os homens. Dois homens com fardas do Exército e rostos pintados de verde estavam no local, segundo testemunhas – eles chegaram a afirmaram serem soldados, de acordo com uma comerciante de bebidas. Eles foram os responsáveis por atirar contra os seguranças.
A ambulante Dora Martins estava descansando em um colchão no local, aguardando o início da movimentação do evento, quando o crime aconteceu. Antes, ela relata que dois dos seguranças mortos, conhecidos dela por conta da festa, teria chegado e pedido licença para sentar nas cadeiras. Assim que eles sentaram,, começou a confusão. “Só ouvi os tiros”, conta. Ela diz que sentiu o cheiro da gasolina jogada nos corpos e logo depois atearam fogo. “Um deles caiu em cima do meu colchão, não consegui abri os olhos de tão assustada que fiquei”, relatou ao CORREIO.
Outro ambulante, Evandro Santos Santana, estimou em R$800 o prejuízo que teve hoje – o fogo atingiu seu isopor e destruiu parte de suas mercadorias. “Perdi muitas bebidas. Não teve a festa, ficamos no prejuízo”

Postagens mais visitadas deste blog

Serrolândia: Homem é assassinado na porta de casa no povoado de Maracujá

Serrolândia: Mulher morre envenenada