Sérgio Moro adverte defesa de Lula por gravação de depoimento de FHC

Sérgio Moro adverte defesa de Lula por gravação de depoimento de FHC
Foto: Pedro de Oliveira / ALEP

O juiz Sérgio Moro advertiu a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nessa quinta-feira (9), quanto a "grave irregularidade" da gravação de vídeo de uma audiência sem autorização do juízo. "Na última audiência, houve uma grave irregularidade consistente na gravação de vídeo da audiência por um dos presentes sem que tivesse havido autorização do Juízo", registrou o juiz na ata da audiência em que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi ouvido. FHC foi arrolado como testemunha de defesa do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, em ação penal em que Lula é réu. O petista é acusado de corrupção passiva pelo suposto recebimento de R$ 3,8 milhões em propina paga pela OAS. Em seu registro, Moro destacou que nenhuma parte do processo tem direito de gravar áudio ou vídeo da audiência sem sua autorização. "Conteúdo da gravação irrelevante, mas ainda assim trata-se de irregularidade que não deve se repetir", pontuou na ata. O juiz da Lava Jato, no entanto, não citou quem foi o autor da gravação. De acordo com informações do Estado de S. Paulo, desde os primeiros depoimentos das testemunhas de acusação, convocadas pelo Ministério Público Federal (MPF), são gravadas em áudio pela equipe de defesa, com autorização do juízo. A própria Justiça Federal grava todas as audiências do processo em vídeo.

Postagens mais visitadas deste blog

Serrolândia: Homem é assassinado na porta de casa no povoado de Maracujá

Serrolândia: Mulher morre envenenada