Homem de 46 anos morre vítima de raiva na Bahia; 1º caso desde 2004

Um homem de 46 anos, que morava na zona rural da cidade baiana de Paramirim, morreu com quadro de raiva humana após ser mordido por um morcego. A morte ocorreu na segunda-feira (6). Este é o primeiro caso de raiva humana desde 2004, na Bahia.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o contágio aconteceu quando o homem ordenhava uma vaca e, acidentalmente, pisou em um morcego, que mordeu o pé dele.
Ainda de acordo com a secretaria, o homem procurou um serviço médico após 21 dias do ocorrido, quando foi medicado, mas só revelou que levou a mordida de um morcego após sete dias de internação. A partir daí, o homem foi transferido para Salvador, onde foi internado no Hospital Couto Maia e morreu na segunda-feira.
Os médicos colheram material do paciente, que foi enviado para o Instituto Pasteur, que já confirmou ser positivo para raiva. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), juntamente com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), investiga o caso.
A Secretaria de Saúde de Salvador informou que a vacina contra a raiva está disponível nos postos, mas apenas para as pessoas que foram mordidas por animais. Não é uma vacina que possa ser tomada a qualquer momento da vida.

Postagens mais visitadas deste blog

Serrolândia: Homem é assassinado na porta de casa no povoado de Maracujá

Serrolândia: Mulher morre envenenada