Greve geral

Acorda Cidade
Sindicatos de diversas categorias confirmaram participação na Greve Geral nesta quarta-feira, 15 de março, através de paralisação das atividades. O movimento nacional protesta contra as reformas previdenciária e trabalhista propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB).
Em Feira de Santana o transporte público, bancos e comércio funcionarão normalmente (isso não significa que eles são contra o movimento). A paralisação ocorrerá em escolas das redes municipais, estaduais e algumas particulares. Os agentes penitenciários e de saúde também confirmaram adesão ao protesto.
A polícia atuará na cidade normalmente
Professores das redes municipal e estadual - paralisam as atividades e participam de ato em Salvador da Greve Geral Nacional;
Professores de escolas particulares – Confirmaram paralisação de 24 horas as escolas João Paulo I, Despertar, Santo Antônio, Simétrico, Criativa, JK, Padre Ovídio, Fênix e Gênesis;
Bancos – funcionam;
Comércio – funciona;
Transporte público - funciona normalmente;
Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde – ato público das 8 às 12h, em frente à prefeitura.
Agentes penitenciários – A Federação Sindical Nacional de Servidores Penitenciários participará da paralisação em prol da PEC 308/04 e contra a PEC 287, a PEC da Previdência. A paralisação é de 24 horas.
Servidores do poder judiciário – aderiam ao protesto contra a a PEC 287 paralisando as atividades por 24 horas;
Repartições públicas - funcionamento normal;
Correios – Carteiros decidirão se vão aderir ou não a paralisação.

Postagens mais visitadas deste blog

Serrolândia: Homem é assassinado na porta de casa no povoado de Maracujá

Serrolândia: Mulher morre envenenada