terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Vampeta defende "gato" da Copinha e cita casos de Luxemburgo e Sheik


Destaque negativo da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Helton Matheus ficou conhecido como o “gato” da Copinha por entrar em campo como Brendon, ter sua falsidade ideológica descoberta e causar a eliminação do Paulista de Jundiaí da decisão do torneio. Depois de ser dado como desaparecido, o jogador ganha uma nova chance no Audax, de Osasco, sob tutela do presidente Vampeta. Em entrevista ao “Tá na Área”, o ex-volante do Corinthians disse que ganhou aval do clube para ajudar o jovem, dando apoio jurídico a ele, e citou casos de gatos famosos no futebol, como o do técnico Vanderlei Luxemburgo e do atacante Emerson Sheik. 
- Muitas pessoas elogiaram, outras criticaram. Só não queria condenar o menino, dizer que sou conivente com gato, com erros. É uma questão de oportunidade, ele sabe que falhou. Falhou com seus companheiros, que chegaram à final, com o município de Jundiaí, com comissão técnica e o clube. Mas que também não fosse exterminado do futebol. Quando o Luxemburgo falou que era gato, todo mundo deu risada, já era famoso, rico. Quando o Sheik falou que era gato, todo mundo deu risada. O menino, por um sonho de ser atleta, profissional, eu vendo aqui, agi, em nome do clube, pedi permissão. Estamos fazendo um contrato, ele vai ter que se defender, sabe que pecou. Estamos fazendo a inscrição, pegando os documentos, mas temos que pegar o original, para depois não falar “Vamp, eu não tenho 23, tenho 29” - disse.
Heltton  Matheus, o "gato" da Copinha, ao lado de Vampeta (Foto: Reprodução/ TV Globo)Vampeta diz que jogador falhou, mas resolveu dar oportunidade a Helton (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Heltton, que tem 23 anos, usou a identidade de um amigo, Brendon Matheus, para disputar a Copinha, que é um torneio sub-20. Após denúncia de que ele havia forjado sua idade, o TJD-SP reuniu documentos e atestou a irregularidade, eliminando o Paulista da decisão da Copinha. O jogador está sob alvo de inquérito da polícia civil em Jundiaí e pode responder por crime de falsidade ideológica. 
Vampeta aproveitou para destacar a força do elenco do Audax, comandado pelo treinador Fernando Diniz. O presidente do clube disse esperar vencer mais uma vez times grandes de São Paulo no Paulistão – a estreia é contra o São Paulo, no próximo domingo, na Arena Barueri, às 17h (de Brasília). 
- É um elenco novo. O Diniz tem essa capacidade de montar elenco. Tudo gira em torno dele, ele é responsável, o clube tem que uma característica de jogo. Mas ficaram jogadores importantes. Tem o Francis, que já está ai há mais de quatro anos. André Castro, Lilica, Felipe, o goleiro. Uma base boa, com Matheuzinho retornando. Esperamos estrear bem contra o São Paulo. Gosto muito do São Paulo. Um a zero está bom. No ano passado, perdeu de quatro. Mas o importante é fazer uma boa campanha. Os favoritos estão ai para ganhar o título, Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Ponte. Nós vamos correndo por fora - disse. 

Jacobina: Homem é assassinado no Barrio Caixa D'água

Segundo informações preliminares, um homem identificado até o momento apenas como Natan foi assassinado a tiros no bairro Caixa D&#...